Visita técnica da Escola de Educação do Exército

Visita técnica da Escola de Educação do Exército

No último dia 12 de maio, recebemos a visita do comandante da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), Tenente Coronel Edson AITA e do coordenador de ensino Tenente Coronel Laércio. A visita técnica teve propósito a celebração de uma parceria técnico-científica entre as duas Instituições. Na oportunidade os membros do EsEFEX percorreram o Campus Sede do Centro Universitário de Valença com o intuito de conhecer mais a fundo nossa equipe, diferenciais educacionais e infraestrutura.

   A Escola de Educação Física do Exército, que recentemente completou 100 anos de existência, tem como missão especializar oficiais em Educação Física, Desportos e em Esgrima, especializar oficiais médicos em Medicina Esportiva e especializar sargentos para o exercício das funções de monitor de Educação Física, além de cooperar e realizar pesquisas no campo da Educação Física e Desportos, inclusive em âmbito de educação escolar, com vistas a aplicação no Exército.               

 

A união das duas instituições

O Tenente Coronel Edson AITA nos contou um pouco sobre como surgiu a vontade de estreitar os laços da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEX) com o Centro Universitário de Valença.

“Já tínhamos a curiosidade de conhecer o Centro Universitário de Valença por saber que é uma instituição renomada, que tem mais de 50 anos de história.

Em um primeiro momento, conversando com profissionais da área, o Centro Universitário de Valença foi adjetivado como um centro de excelência, onde se preza muito por uma infraestrutura de qualidade, por ter o aluno como centro do aprendizado e também por ser um local de referência das metodologias ativas de ensino e todos esses aspectos são importantes para nós, da Escola de Educação Física do Exército, pois prezamos bastante por esse tipo de contato, especialmente com o aluno. Estamos sempre buscando a evolução, no ensino, pesquisa e extensão. Então, entendemos que o UNIFAA seria uma boa oportunidade para encontrar um parceiro cujas ideias convergiriam com as nossas.

Essa aproximação, esse conhecimento mútuo representa a oportunidade de parcerias futuras, de integrar ambos os cursos e, também, é sempre uma oportunidade de aprendizado, de encontrar as melhores práticas de ensino, de pesquisa e de extensão. Eu vejo como uma oportunidade de evoluir nessas áreas.”

 

O Tenente Coronel Laércio, Coordenador de ensino da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEX), nos fala sobre o objetivo deste futuro vínculo entre as duas instituições:

“Um dos nossos objetivos é fazer essa integração com o meio acadêmico civil para verificar boas práticas e tentar implantar na nossa Escola, ter essa troca de ideias, pois é muito importante para o engrandecimento das instituições. E aqui no UNIFAA vimos coisas maravilhosas, que são realizadas aqui e que podemos levar para lá. Visamos também ao intercâmbio de alunos, entre as instituições, sempre visando ao aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem do aluno.   As duas instituições têm muito a ganhar. Esse intercâmbio de boas práticas, com certeza, já terá resultados imediatos, pois conseguimos implantar algumas coisas na EsEFEX, como as salas modernas, voltadas para as metodologias ativas.

Outro ponto que nos deixou muito impressionados foi o Centro de Simulação Realística. Tivemos interesse imediato em trazer os nossos alunos aqui para vivenciar um pouco dessa prática. Temos o curso de pós-graduação em Medicina Esportiva que poderia desfrutar deste belo espaço e, também, nosso curso de Educação Física que poderia igualmente aproveitar do laboratório anatômico.”

 

A Escola de Educação Física do Exército

 

A EsEFEx teve sua origem em 1919, quando um grupo de oficiais e cadetes da Escola Militar do Realengo fundou a “União Atlética da Escola Militar” e promoveu, através do “Estatuto da Cruzada Física”, a sistematização da Educação Física nos meios militar e civil. Logo, a Escola foi se desenvolvendo e veio a criação do Centro Militar de Educação Física (CMEF), em 10 de janeiro de 1922. O CMEF destinava-se a dirigir, coordenar e difundir o novo método de Educação Física Militar e suas aplicações desportivas, adotado pelo primeiro Regulamento de Instrução Física Militar, de 1921, com a realização de cursos de Educação Física para oficiais e sargentos.

Já em 1933, o CMEF foi transformado na atual Escola de Educação Física do Exército, com nova organização, atualização dos currículos e ampliação dos seus objetivos. Desde então, a EsEFEx assumiu definitivamente sua função formadora, com atuação em todo o território nacional. Vocacionada para influenciar a Educação Física, inclusive recebendo alunos do exterior, passou por fases distintas, refletindo o próprio desenvolvimento da atividade física, do esporte e do lazer, no Brasil.

 

Estude no melhor Centro Universitário do
Estado do Rio de Janeiro e transforme sua vida!

Seus dados foram enviados. Entraremos em contato em breve.

Falha ao enviar seus dados. Tente novamente.